Na mencionada visita foi apresentada proposta por um grupo de empresários chineses que consiste na instalação do Projeto de Conectividade Nacional, cujos maiores beneficiários serão o Ministério da Educação, da Segurança Pública, da Saúde Pública, da Fazenda e outras instituições governamentais. Este projeto envolve um montante financeiro de 500 milhões de dólares, executado por empresas chinesas em parceria com empresas salvadorenhas, cuja doação será outorgada pela China como forma de cooperação bilateral.